NEW ARRIVALS

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur.

Shop Now!

Você ainda não adicionou produtos.

GRYPHUS GEEK

COMO ESCREVER HUMOR - PARTE 2, de Mel Helitzer e Mark Shatz

COMO ESCREVER HUMOR - PARTE 2, de Mel Helitzer e Mark Shatz
Fabricante: Gryphus Editora - Catálogo Geral
Modelo: Impresso
Disponibilidade: Em Estoque
Preço: R$ 39,90 R$ 20,00
Qtd:  

Com texto dos respeitados autores americanos Mel Helitzer e Mark Shatz, a Gryphus Editora lança a segunda parte de Como escrever humor. A primeira parte foi lançada em 2014 e contém dicas, teorias e conselhos (imperdíveis) para quem deseja se tornar um redator de humor. Esta segunda parte abrange a redação de humor para mercados específicos.

 

Os capítulos são divididos por nomes sugestivos como “Testando: um, dois, três:  redigindo discursos com humor”, “Humor ao vivo: comédia em pé sem ser um pé no saco”, “Piadas que passam uma boa imagem: o humor dos cartuns e dos Cartões” e “ A máquina de gargalhadas: escrevendo para programas de TV”. 

 

Entre os textos, há citações de uma legião de comediantes contemporâneos, que conseguiram papéis lucrativos no cinema e na televisão. Entre os astros que iniciaram a carreira com humor estão Robin Williams, Chris Rock, Billy Crystal, Steve Martin, Eddie Murphy, Rosie O´Donnell e Jerry Seinfeld. Outros exemplos são David Letterman, Conan O´Brien e Garry Shandling que, antes de conseguirem seus próprios shows, foram redatores de outros programas de TV.

 

Segundo os autores, existem seis ingredientes essenciais em qualquer receita de humor: alvo, exagero, hostilidade, emoção, realismo e surpresa. “A ausência de qualquer um deles desanda a receita e faz o humor murchar como um suflê, comentam Mel Helitzer e Mark Shatz, que acrescentam:

 

Os humoristas têm uma regra sagrada: não se iniba. É melhor assumir uma atitude niilista em relação a temas delicados do que ficar pisando em ovos diante dos tabus. Ao escrever, faça-o livremente. Elabore suposições desinibidas. A edição e a autocrítica são o segundo e terceiro passo... nunca o primeiro!”, sugerem.

 

Sobre a capacidade de se aprender a escrever humor, eles garantem que, embora alguns indivíduos sejam naturalmente mais engraçados do que outros (assim como algumas pessoas são mais atléticas ou musicalmente mais talentosas), a redação pode ser ensinada e a habilidade para escrever pode ser adquirida. A comédia não é um mistério.

 

 

Declarações imperdíveis de alguns ícones do humor:

 

Os políticos de hoje em dia não escrevem mais seus próprios discursos ou seus próprios livros, e há evidências de que não sabem lê-los também.

Gore Vidal

 

 

Tenho que ir para Washington.... quero ficar perto do meu dinheiro!

Bob Hope

 

 

Meu médico agarrou minha carteira e disse:

– Vamos fazer uns exames!

Henry Youngman e Eric Allen

 

A televisão é uma invenção que permite que você tenha na sua sala, entretendo-o, gente que você não convidaria para ir à sua casa.

David Frost

 

 

A diferença entre a palavra certa e a palavra quase certa é a diferença entre um raio e uma arraia.

<span style="font-family: 'Calibri',sans-serif; mso-ascii-theme-font:

Características
Ano de publicação 2016
Autor MEL HELITZER E MARK A. SHARTZ
ISBN 9788583110620
Páginas 160

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem: